terça-feira, 26 de abril de 2016

UBUNTU pra você SEMPRE

O ser humano é capaz de muitas coisas, obviamente tanto boas quanto más. Hoje quero enaltecer aqueles que vivem isso no seu dia a dia. 
Pode ser você hoje meu ou minha homenageado(a).
Este video é para você.

Assista a este vídeo e se preencha com essas palavras.
UBUNTU PRA VOCÊ HOJE E SEMPRE.



video


UBUNTU
Thiago Rodrigo


segunda-feira, 25 de abril de 2016

domingo, 24 de abril de 2016

TRINCHEIRAS URBANAS

Infelizmente nossa sociedade é refém da ignorância, pois ainda só fazem opinião do que a impressa televisiva envolvida por DITADORES dos Direitos dos Manos impõem. Leiam atentamente este texto vinculado nas redes sociais onde o Soldado da PATAMO envolvido no tiroteio no Rio Grande do Sul publicou para seus amigos.


Chegar em casa e poder ver o teu filho e tua esposa, desabar chorando e passar a noite em claro não é o que queria, mas saber que DEUS nos deu uma segunda chance de viver e poder chegar outras vezes em casa é uma sensação única!!!

Foram frações de segundos, de uma decisão, sendo que essa decisão, fez com que nesse momento posso estar aqui escrevendo essa mensagem com os olhos cheios de lágrimas, porque agora a ficha está caindo!!!
Ver meus amigos sangrarem não foi nada fácil!!! Nunca um hospital ficou tão longe!!!
E mais, ver meus amigos sangrando, baleados e lutando comigo numa batalha onde só sobrevivemos, porque não demos chances de eles saírem do veículo, com suas armas novas e potentes que rasgaram vidros, braços e cabeças e que com certeza já mataram muitas pessoas!!!
Muitos dirão " que horror, pra que tanto tiro " ou " os Brigadianos executaram aqueles meninos ", mas saibam que faria da mesma maneira tudo o que fiz!!!!
Seguirei sonhando por dias melhores, onde poderei trabalhar em um lugar onde saberei que chegarei em casa com vida, pois hj tá difícil prever isso!!!!
Tenho mãe, tenho pai, tenho irmão, tenho esposa, tenho filho, coisas que não importaram pra aqueles " meninos ", que foram certo de que nos matariam!!!
A vida deles tem valor pra seus familiares os quais hj estão chorando suas perdas, mas escolheram esse caminho!!!
O caminho do bem nós traçamos e ontem vimos que vale a pena segui - lo!!!
Obrigado DEUS por apostar em nós, pois não se arrependerá!!!

SD COSTA - PATAMO:zap: 11BPM


O MUNDO SEM POLÍCIA

Navegando pela Internet mais especificamente no site EXTRA me deparei com este artigo muito interessante e triste e que vale muito a pena compartilhar.



Por: Aurílio Nascimento



O canal de TV a cabo “History Channel” exibiu um excelente documentário, com o título “O mundo sem ninguém.” Quais as consequências e os desdobramentos da civilização, se acaso a humanidade desaparecesse? O que iria acontecer em uma hora, em uma semana, em meses, centenas e milhares de anos, caso o homem não mais existisse? O excelente documentário nos leva a reflexão, e por fim, demonstra nossa insignificância perante as forças da natureza. Ao refletir sobre vários episódios, nos quais a polícia é criticada e humilhada, especificamente sobre o mais recente, onde a quase aposentada cantora Rita Lee chama, durante um show em Aracaju, os policiais de “cachorros”, não esquecendo de generalizar a origem materna dos que ali se encontravam para cumprimento da lei, como sendo todos oriundos do baixo meretrício, imaginei como seria, assim como no documentário, um mundo sem polícia. O que aconteceria se, de uma hora para outra, todos os policiais desaparecessem?
Vamos nos ater ao Rio de Janeiro, em um mundo sem policia. Nas primeiras horas, não haveria muita diferença. As pessoas, aos poucos, iriam procurar a certeza de que realmente não mais existia a polícia. Os ricos demonstrariam um pouco de preocupação, ainda sem querer acreditar.
Uma semana sem polícia. Nesta primeira semana, a maioria das pessoas daria início a pequenas transgressões. Os sinais de trânsito não mais seriam respeitados. Os mais afoitos começam a entrar em lojas, restaurantes e supermercados, e de lá sairiam sem pagar. Não agiriam como ladrões, nervosos e correndo. Agiriam com calma e cinismo.
Um mês sem polícia. A Justiça faria uma reunião de emergência. O ponto principal a se discutir seria como viabilizar as decisões dos juízes, sejam prisões, reintegração de posse, ou qualquer cumprimento obrigatório de uma ordem judicial. Não chegaria a nenhuma conclusão, pelo simples fato de que não há mais a polícia para fazer cumprir a lei. Surge um mercado negro efervescente de venda de armas. Todos querem ter uma.
Seis meses sem polícia. Os homicídios multiplicam-se por dez. Os corpos permanecem nas ruas. Não há mais os bombeiros e nem peritos, e nem policiais para investigar. Almas ainda caridosas recolhem os corpos. Os políticos, antes detentores de um imenso poder, são caçados como galinhas gordas, e executados friamente. Alguns oferecem seus bens em troca da vida. Os presídios foram abertos, já que não mais existem guardas, e uma imensa horda de criminosos passa a vagar pelas ruas. As agências bancárias não mais funcionam, face ao grande número de roubos.
Um ano sem polícia. A cidade se torna um caos. Grupos armados passam a dominar ruas e bairros. O dinheiro deixa de circular pela inexistência dos bancos. Os ricos constroem apressadamente bunkers. Não há para onde fugir, pois em todo o mundo não há mais polícia.
Dois anos sem polícia. O comércio como no passado não mais existe. Volta-se ao escambo. A regularidade é o roubo, a extorsão e o homicídio.
Dez anos sem a polícia. A sociedade encontra-se totalmente esfacelada. Todos os sistemas de produção foram dizimados. A população foi reduzida em mais de quarenta por cento, e continua diminuindo face a imensa matança. Mata-se por qualquer motivo, desde uma antiga desavença até mesmo porque não se gostou da forma como o outro nos olhou. Os grupos que se formam tornam-se mais poderosos pela força, expandem seus domínios, e passam a sequestrar e escravizar pessoas, principalmente mulheres. Os homens são obrigados a trabalhos forçados.
Vinte anos sem a polícia. Os limites geográficos antes conhecidos como cidades e bairros não mais existem. Foram reordenados pelos grupos que impuseram seus domínios, e receberam nova denominação. Água, comida e agasalho serão acessíveis apenas aos que possam conseguir pela violência. Os mais fracos mendigam. As mansões e os prédios de luxo foram tomados dos mais ricos. Bandos de vândalos e saqueadores perambulam pela noite, matando, roubando e destruindo. O consumo de drogas é afinal totalmente liberado. A cultura e a produção literária deixaram de existir em dez anos no mundo sem polícia. Os mais novos não aprenderam nem a ler. Aliada aos homicídios generalizados, as doenças matam ainda mais. Não se produz nenhum tipo de remédio, exceto os caseiros. A sociedade como a conhecíamos, com uma policia tentando manter a lei e a ordem, acabou. Prevalece a barbárie, a lei do mais forte. A existência do homem aproxima-se do fim.
No túmulo, a cantora Rita Lee, que dezenas de anos antes chamou os policiais de cachorros e filhos de prostituta, chora ao saber da desgraça, e pede desculpas. Mas agora é tarde. No mundo sem polícia, a sociedade acabou.



sexta-feira, 22 de abril de 2016

Carta aberta ao Brasil por Mark Manson.

Visão do que os brasileiros são pelos estrangeiros.


Vergonha Nacional

Ótima definição de Safadeza! Leiam!!! Trecho do Discurso do Presidente Nacional da OAB. VOCÊ SABE O QUE É SAFADEZA??? O título até pode ser deselegante, mas que é muito verdadeiro…

1.SAFADEZA é comparar a pensão de um Deputado com a de uma Viúva.

2.SAFADEZA é um Cidadão ter que contribuir ao longo de 35 anos para ter direito a receber pensão, enquanto Deputados necessitam somente 1 ou 2 mandatos, conforme o caso, e alguns membros do Governo, para terem o direito de cobrar Pensão Máxima precisam unicamente do Juramento de Posse.

3.SAFADEZA é que os Deputados sejam os únicos Trabalhadores (???) deste País que têm isenção de IR sobre 1/3 de seu salário.

4.SAFADEZA é por, na Administração pública, milhares de Assessores (leia-se Amigalhaços) com Salários almejados pelos Mais Qualificados Técnicos.

5.SAFADEZA é a enorme quantidade de Dinheiro destinado a apoiar os Partidos, situação aprovada pelos mesmos Políticos que vivem deles.

6.SAFADEZA é que a um Político não se exija a mínima comprovação de Capacidade para exercer o Cargo (e nem estamos a nos referir à capacidade Intelectual ou Cultural).

7.SAFADEZA é o valor gasto por essa tropa de safados com alimentação, veículos Oficiais, Motoristas, Viagens (sempre em 1ª Classe), Cartões de Crédito e etc.

8.SAFADEZA é essa mesma corja ter direito a quase 5 meses de Férias ao Ano (48 dias no Natal, uns 17 na Semana Santa, (mesmo que muitos se declarem não religiosos), e uns 82 dias no Verão).

9.SAFADEZA é essa corja, quando acaba um mandato, manter 80% do Salário por mais 18 meses.

10.SAFADEZA é ex-Ministro, ex-Secretário de Estado e outros de Altos Cargos da Política serem os únicos cidadãos deste País que podem legalmente acumular dois recebimentos do Erário Público.

11.SAFADEZA é se permitir que usem os Meios de Comunicação Social para mentir à Sociedade sobre seus feitos e seguirem assaltando os Bolsos dos Contribuintes.

Esta deveria ser uma dessas correntes que nunca poderia se romper!!! NUNCA, porque só nós podemos acabar com TUDO ISSO. UMA GRANDE SAFADEZA SERÁ NÃO REENVIAR ESSA MATÉRIA A TODOS OS MEMBROS DA SUA LISTA, ESPECIALMENTE ÀQUELES EVENTUAIS AMIGOS POLÍTICOS, VEZ QUE ELES SÃO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR TODA ESSA GRANDE SAFADEZA!!! Se você não repassar é porque apóia essa SAFADEZA.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Apreensões de Armas de Fogo

Repassando e-mail recebido

Caros amigos,
Encaminhamos um artigo em que Salesio Nuhs - Presidente da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), comenta sobre a origem das armas de fogo apreendidas no Brasil, importantes apreensões parecem não serem consideradas em pesquisas sobre o assunto. Sendo que é de extrema importância estudar, avaliar informações e apresentar conclusões. O problema surge quando invertemos essa ordem e destruímos a lógica da pesquisa ou então quando não analisamos o cenário todo, mas somente pequenas partes ligadas a algum interesse.
Abraços,
Equipe Superinformativo

A origem das Armas
Recentemente, foram apreendidas na Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro - Galeão 20 pistolas semiautomáticas calibre 9mm, de uso restrito da Polícia e das Forças Armadas. As encomendas, que tinham como destinos diversos estados brasileiros, foram postadas na cidade de Houston, nos EUA, e estavam declaradas como brinquedo para treinamento.
Em outra operação recente, batizada de Bed Bugs, 22 fuzis e 12 mil munições foram apreendidos. Na ocasião, a Polícia Federal desarticulou uma quadrilha especializada no tráfico internacional de armas, cujos produtos eram vendidos para traficantes de Minas Gerais, São Paulo e, principalmente, do Rio de Janeiro. O armamento saía dos EUA dentro de colchões, em contêineres de mudança de brasileiros que retornavam ao país, com destino ao Porto de Santos (SP).
Um relatório oficial e detalhado das forças de segurança que atuaram em 2011 no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro revela que, das 289 armas apreendidas nestas localidades, 172 delas (60% do total) são de uso restrito de militares e policiais. O documento aponta que 222 (77%) são de fabricação estrangeira. A maioria do armamento, 160 unidades (56%), é composta de fuzis ou metralhadoras.
Esses são alguns dos exemplos de apreensões de grande escala em áreas fiscalizadas, como aeroportos, portos e em operações, porém ainda milhares de armamentos e munições circulam livremente entre os cerca de 16.800 km de fronteiras brasileiras. Segundo o Ministério da Justiça, anualmente, são apreendidas 80 mil armas de fogo nessas regiões. Dados do governo indicam que de janeiro de 2010 a maio de 2011, foram apreendidas 2.235 armas de fogo, aumento de 496%, e 280.785 munições (347%).
O que é mais surpreendente é que estas importantes apreensões parecem não serem consideradas em pesquisas sobre o assunto.
O Instituto Sou da Paz analisou 466 armas de fogo apreendidas em flagrante apenas na capital paulista no período de abril a junho de 2011, o que torna o resultado um tanto quanto limitado no que se refere a traçar um diagnóstico preciso das armas usadas pelos criminosos e fornecer informações com o intuito de fomentar políticas públicas de segurança no país. O estudo parece concluir pela inexistência do contrabando, o que não colabora para criação de políticas públicas eficazes.
É de extrema importância estudar, avaliar informações e apresentar conclusões. O problema surge quando invertemos essa ordem e destruímos a lógica da pesquisa estatística ou então quando não analisamos o cenário todo, mas somente pequenas partes ligadas a algum interesse.
A mídia diariamente divulga notícias de apreensões de armas de uso restrito, automáticas, que não são comercializadas legalmente para o cidadão comum, o que comprova que muitas das armas em circulação que estão nas mãos dos criminosos vêm do exterior e estes dados precisam ser considerados. Identificar apenas a marca da arma não significa descobrir de onde ela veio.
A indústria de armas tem dirigido esforços para auxiliar o governo brasileiro no rastreamento e identificação de armas de fogo e munições. Desde 2011 vem voluntariamente propondo ao Governo a colocação de chip em todas as armas, a proposta encontra-se em discussão.
Ter o controle das armas legais é o primeiro passo para a moralização. Mais da metade das 16 milhões de armas de fogo que circulam pelo país não estão sequer registradas no Sistema Nacional de Armas. Das que estão, em 2010, havia 8.974.456 de armas de fogo com registro ativo no Sinarm. Já em 2012, o número passou para apenas 1.291.661. Com isso, 7.682.795 de armas estão com o registro vencido, encontram-se irregulares no Brasil.


*Salesio Nuhs é presidente da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições